Programa Geral

O programa Relembrar a Revolução de 1820. Liberdade e Cidadania compreende um conjunto diversificado de iniciativas, promovidas pelo Instituto de História Contemporânea (IHC) em colaboração com outras dez instituições.

Um programa dirigido à Universidade, às escolas básicas e secundárias e a todos os que quiserem conhecer melhor este período fundador da História Contemporânea portuguesa.


Manuel Fernandes Tomás, um dos líderes da revolução

Programa pedagógico, orientado para os ensino básico e secundário, em colaboração com a Associação de Professores de História, 2019-2020.


“A Imbecil Aliança da Tirania para Esmagar o Espírito Universal de Liberdade Derrotada”

Ciclo de conferências sobre A Revolução de 1820, em colaboração com o Museu de Lisboa, Janeiro-Dezembro de 2020.


Congresso internacional Arquivos, História e Memória, da Era das Revoluções à Primeira Grande Guerra, organizado em colaboração com o Instituto de Estudos Medievais da NOVA FCSH e o Arquivo Nacional da Torre do Tombo, Lisboa, Arquivo Nacional da Torre do Tombo, 7 e 8 de Abril de 2020.


Cantores na Praça do Rossio em Lisboa, 1814

Flash mob concerts, Allegro con Fuoco, em colaboração com o Departamento de Ciências Musicais da NOVA FCSH, em vários locais de Lisboa, Março-Novembro de 2020.


A Martinhada,  momento decisivo no processo revolucionário, Lisboa, Novembro de 1820

Exposição sobre a Iconografia da Revolução de 1820,  em colaboração com a Biblioteca Nacional de Portugal, Lisboa, Biblioteca Nacional de Portugal, Junho a Outubro de 2020.


Piano forte 1808

Concerto sinfónico, em colaboração com o Teatro Nacional de S. Carlos, integrado no Festival ao Largo, Lisboa, Julho de 2020.


Rainha Carlota Joaquina, uma das cabeças da contra-revolução

Canção Revolucionária, Quinta do Ramalhão, 1822 

Programa de rádio, em colaboração com a RDP-Antena 2 e a CML, Agosto-Setembro de 2020 (datas a confirmar).


A Sala das Cortes em 1821, desenho de Domingos Sequeira

Exposição sobre A Revolução de 1820, em colaboração com o Palácio Nacional da Ajuda, o Museu de Lisboa e a CML, Lisboa, Palácio Nacional da Ajuda, Setembro-Dezembro de 2020.


Fábrica onde foi introduzida a primeira máquina a vapor em Portugal para fins industriais (1821), por detrás da Torre de Belém

Exposição biblio-iconográfica A Era da Energia a Vapor. Os Primeiros Anos (1820-1870),  em colaboração com a Biblioteca Nacional de Portugal, Lisboa, Biblioteca Nacional de Portugal, Setembro-Dezembro de 1820


 

Para além das actividades, acima indicadas, promovidas pelo Instituto de História Contemporânea, o IHC colabora ainda com outros seis centros de investigação nacionais na organização do

Congresso Internacional do Bicentenário da Revolução de 1820, integrado no programa do Bicentenário do Constitucionalismo da Assembleia da República, Lisboa, Assembleia da República, 12 a 14 de Outubro de 2020